Você está em: Comunicação > Saiu na mídia

Saiu na mídia

19 de junho de 2017

Marcha para Jesus reúne dois milhões de fiéis em São Paulo

Por: SPTuris

Tags:

Marcha acontece desde 1993 e reúne várias igrejas evangélicas.
Trios elétricos e artistas conhecidos da música gospel animaram o dia

Em São Paulo, fiéis de várias igrejas evangélicas participaram desde cedo da Marcha para Jesus. São dois milhões de pessoas, segundo os organizadores. A polícia não divulgou estimativa.

Não! O show não tinha começado ainda. Era só teste de luz ainda de madrugada e já tinha gente dormindo para garantir lugar perto do palco.

Dalmácia chegou às 4h30.

“Quando dá o horário, 18h lota, pessoal vem da concentração pra cá”.

Mas show era só mais tarde. Primeiro, tinha uma bela caminhada a ser feita.

A Marcha para Jesus acontece desde 1993. É organizada pelo apóstolo Estevam Hernandes e reúne cerca de 500 igrejas evangélicas do Brasil e também de outros países.

Os fiéis saíram da Estação da Luz e andaram até a Praça Campo de Bagatelle. Uma linha reta, coberta por uma multidão.

“Demais a Marcha para Jesus é sensacional”, disse um fiel.

Ninguém ali tinha pressa. Essa marcha tem trios elétricos, mas vai mesmo é no ritmo das orações.

Isabele veio de Niterói, no Rio de Janeiro, com a família.

“Vale a pena porque é tremendo”, disse a estudante Isabele Macedo.

Para Catarina, a marcha não cansou nadinha. Para o pai dela, também não foi nenhum sacrifício. Ele garante.

“O pai carregou a cruz por nós todos, o que custa marchar com ela aqui nas costas?”, pergunta o homem.

Até esse ponto foi fácil chegar. Mas em diante tem um mar de gente. E olha que o palco está lá longe ainda. Esse pode até ter sido o fim do percurso de 3,5 quilômetros, mas a marcha está só começando. Pelo menos até as 21h30, ainda vai ter muita oração e muito show lá em cima do palco.

Artistas conhecidos da música gospel animaram o dia. Muita Lá embaixo, no asfalto, ou em cima das árvores para ver melhor, uma multidão.

“É um clima que é para a família e todo mundo que quiser. É só chegar, muito bom”, diz o rapaz.

Rosiane viveu na Cracolândia e foi agradecer.

“Para poder estar participando e testemunhando o que Jesus fez na minha vida. Senhor, me ajude a melhorar”, contou.

Das 25 marchas feitas até hoje, o pastor Ferreira participou de 23, com a família. Foi preparado para ficar até o fim.

“Nós temos a certeza de uma coisa, que a nossa oração pode muitas coisas. Nós temos vivido assim a cada dia uma vida de crescimento, de ascensão”, disse.

Leia mais no portal do Jornal Nacional

  • Marca SP